200 anos da Barra de Aveiro

Loading...

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Cargas no Porto de Aveiro sobem 6% até Agosto


O porto de Aveiro superou os 2,4 milhões de toneladas movimentadas nos oito primeiros meses do ano. Relativamente ao período homólogo de 2007, o crescimento é de 6,2%.

Desde Janeiro, passaram por Aveiro 1,1 milhões de toneladas de carga geral (mais 10,5%), 859 mil toneladas de granéis sólidos (menos 6,6%) e 463 mil toneladas de granéis líquidos (mais 26,9%).

No mesmo período, o Terminal Norte registou 673 mil toneladas movimentadas, com o Terminal Sul a ganhar 13%, para as 755 mil toneladas. Em alta está também o Terminal de Granéis Líquidos, com 463 mil toneladas (mais 26,9%), e o Terminal de Granéis Sólidos Não Alimentares, com 400 mil toneladas (mais 66%).

Entre Janeiro e Agosto, o porto aveirense foi demandado por mais navios e de maiores dimensões.

Em Agosto, Aveiro movimentou 308,3 mil toneladas, que comparam com as 279 mil toneladas de há um ano. A carga geral chegou quase às 137 mil toneladas (102 mil há um ano), os granéis sólidos andaram muito perto das 94 mil toneladas, e os granéis líquidos atingiram as 78 mil toneladas (58 mil, idem).



Fonte: Porto de Aveiro: Newsletter n.º 166.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Os maiores Veleiros do mundo

Luís Marques na “Port Finance & Investments 2008”


Luís Marques, economista e membro do Conselho de Administração do Porto de Aveiro, intervém hoje na segunda edição da prestigiada conferência “Port Finance & Investments 2008”, iniciativa que decorre em Amesterdão e se prolonga até terça-feira, dia 30 de Setembro.
Sob a epígrafe “Investimento Portuário: um novo modelo colaborativo”, o docente universitário apresentará aos conferencistas um modelo baseado numa nova perspectiva do negócio portuário, tendo como principal propulsor a partilha de riscos e valor entre Autoridade Portuária e parceiros/investidores privados.



Fonte: Porto de Aveiro: Newsletters n.º16.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Visita aos Veleiros....

Foram 4 dia de grande azafama, ali para os lados do Porto de Aveiro... A semana passada foi dedicada aos preparativos para a recepção da Regata dos Grandes Veleiros, que começaram a chegar no dia 19 e por ali permaneceram nos quatro dias seguintes... No fim de semana todos os caminhos iam dar ao Terminal Norte no Porto de Aveiro. Nós também lá estivemos, por isso aqui ficam algumas imagens, para um dia recordar...








terça-feira, 23 de setembro de 2008

Porto de Aveiro: Funchal 500 Tall Ships Regatta

Tall Ships Regatta FUNCHAL 500 (Regata dos Grandes Veleiros), na sua passagem e estada no Município de Ílhavo, Porto de Aveiro, 20.09.2008. Alguns momentos do primeiro dia de abertura ao público.


segunda-feira, 8 de setembro de 2008

REGATA INTERNACIONAL DOS GRANDES VELEIROS EM ÍLHAVO

20 – 23 de Setembro, Terminal Norte do Porto de Aveiro

A frota dos grandes veleiros formar-se-á (entre 10-13 de Setembro no porto histórico de Falmouth na costa sudoeste de Inglaterra, de onde largará para Ilhavo, Portugal, para uma estadia de 3 dias (de 20 - 23 de Setembro) no Terminal Norte do Porto de Aveiro. Deste porto, os veleiros seguirão para o Funchal, Madeira para o Festival Náutico e comemorações na Cidade (2 - 5 de Outubro). A realização deste evento é uma organização da Câmara Municipal de Ílhavo em parceria com a Sail Training International e com a Administração do Porto de Aveiro.

História da Tall Ships

Esta Regata internacional tem quase a mesma rota comercial que os veleiros tradicionais do passado usavam para cruzar o Atlântico Norte, uma rota a sul para aproveitar os ventos predominantes.

De Falmouth a Ílhavo (Porto de Aveiro) são cerca de 630 milhas náuticas su-sudoeste. Com, Ushant (noroeste de França) e Cabo Finisterra (noroeste de Espanha) e os ventos predominantes de oeste para noroeste, a primeira etapa da regata pode apresentar um número de desafios tácticos para a frota. O que será quase certo para os veleiros com velame de forma quadrada que não conseguem andar contra o vento “bolinar” como as embarcações com velas tradicionais (vela grande e velas de proa).

De Ílhavo ao Funchal são mais 630 milhas náuticas sudoeste em mar alto, os desafios tácticos para melhor aproveitar o vento e a corrente podem ser decisivos para o resultado final.

As três comunidades de acolhimento são, agora, consideradas "Portos Amigos" das escolas de vela, oferecendo apoio e serviços a barcos escola durante todo o ano. Os três portos vêm a sua participação nesta Regata como continuadores desta filosofia, assim como, a possibilidade de oferecerem às suas comunidades um espectáculo único quando a frota estiver no porto.


Fonte: Porto de Aveiro: Newsletter n.º 159