200 anos da Barra de Aveiro

Loading...

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

ESPECTÁCULO DE TEATRO INFANTIL “A MENINA DO MAR”



O Espectáculo de Teatro Infantil A Menina do Mar terá lugar no próximo dia 10 de Dezembro, pelas 11.00 horas, no Grande Auditório do Centro Cultural e de Congressos de Aveiro.

Promovido pela Câmara Municipal de Aveiro e integrado no Programa de Animação de Natal, o Espectáculo de Teatro Infantil “A Menina do Mar” da autoria de Sophia de Mello Breyner Andresen será apresentado pelo Grupo de Teatro Filandorra – Teatro Nordeste.
No total vão assistir 715 crianças de alguns estabelecimentos escolares do Concelho, tais como, a EB 2,3 Castro Matoso de Oliveirinha, a EB 2,3 de São Bernardo, a Escola da Vera-Cruz e o Estabelecimento de Ensino de Santa Joana. De ressalvar que este espectáculo surge no âmbito do Programa Território Artes da Direcção Geral de Artes do Ministério da Cultura.

Sinopse:
“Era uma praia muito grande e quase deserta onde havia rochedos maravilhosos. Mas durante a maré alta os rochedos estavam cobertos de água. Só se viam as ondas que vinham crescendo de longe até quebrarem na areia com um barulho de palmas. Mas na maré vazia as rochas apareciam cobertas de limo, de búzios, de anémonas, de lapas, de algas e de ouriços. Havia pedras de todas as cores e feitios, pequeninas e macias, polidas pelas ondas. E a água do mar era transparente e fria.”
Aveiro aderiu ao Programa Território Artes cujos principais pressupostos são promover a cobertura do território com um serviço cultural básico, no domínio das artes do espectáculos e das artes visuais, e o alargamento do mercado para as artes do espectáculo. Neste sentido, os municípios aderentes organizam acções que visam criar condições para melhorar o acesso do cidadão aos bens culturais e que procuram a correcção de assimetrias regionais e desigualdades sociais.


Fonte: Câmara Municipal de Aveiro

Adoração do Menino Jesus à Beira-Mar


De autoria de João Carlos Celestino Gomes (1899-1960), esta obra gravada em madeira representa a Adoração do Menino Jesus à Beira-Mar. Nela vemos representadas no centro as três fi guras da Sagrada Família em contemplação e adoração ao Menino, num cenário à beira-mar – Nossa Senhora com uma maçã na mão, símbolo do conhecimento, São José e o Menino Jesus, sentado sobre a areia, abençoando. Carregada de simbolismos e onde podemos depreender a forte ligação do autor com Ílhavo, nesta obra podemos visualizar um pescador e duas mulheres com vestes típicas de Ílhavo; nas mãos o pescador segura um bacalhoeiro devotando-o ao Senhor Jesus dos Navegantes, entalhado no cimo da composição. A ladear a composição duas fi guras aladas. No canto inferior direito podemos ler em latim Gloria in excelsis Deo e no esquerdo… Si est dolor sicut dolor meus.

Assinada no canto inferior esquerdo: JOÃO CARLOS FECIT, esta xilogravura pertence às colecções do Museu Marítimo de Ílhavo e encontra-se em exposição no Centro Cultural de Ílhavo.


Fonte: Câmara Municipal de Ílhavo: Dezembro "Agenda Viver em"

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS "PORTO DE ENCONTRO"


Este sábado, 15 de Novembro, pelas 16 horas, vai proceder-se, no “ESPAÇO A” da Casa da Cultura de Aveiro, à inauguração da exposição “Porto de Encontro”.
A exposição inclui seis dezenas de trabalhos participantes no concurso de fotografia “Porto de Encontro”, organizado pela Comissão das Comemorações do Bicentenário da Abertura da Barra de Aveiro. Resulta de compromisso assumido pela organização aquando do lançamento do concurso.


Recordamos que os prémios, entregues a 3 de Abril do corrente ano, foram assim distribuídos:
1.º - José Maria Pimentel;
2.º - Armando Jorge Anastácio;
3.º - Nuno Miguel Ramalho.

De realçar, também, a parceria entre o Porto de Aveiro, a Câmara Municipal de Aveiro e o Núcleo de Arquitectos de Aveiro.

A ocasião será também aproveitada para a entrega dos prémios referentes a outros dois concursos, “BLOGMAR” e “Histórias do Mar e da Ria”.

“Caminho Azul” - de Bruno Martins (1.000€)
“Gaivota da Ravessa” - de Sónia Neves (500€)
“Barramar” - de Carla Ferreira (300€)

O júri deste concurso foi constituído por Fernando Martins, Júlio Almeida e Carlos Oliveira, este último em representação da organização.

No que reporta ao concurso literário “Histórias do Mar e da Ria”, organizado pela Rádio Terra Nova em parceria com o Porto de Aveiro, os prémios ficaram assim distribuídos:

Escalão A – 1.º Ciclo de Ensino Básico
1.º Prémio – “Uma aventura na Ria”, de (EB 1 da Chave – Gafanha da Nazaré) (450 €)

Escalão B – 2.º Ciclo de Ensino Básico
1.º Prémio – “O Tesouro da Ria”, de (EB 2, 3 – Aradas) (525 €)
2.º Prémio - “A Viagem à Ria”, de (EB 2, 3 – Aradas) (350 €)
3.º Prémio - “À descoberta de Aveiro”, de (EB 2, 3 – Aradas) (175 €)

Escalão C – 3.º Ciclo de Ensino Básico
1.º Prémio – “Espírito de Pescador”, de (Agrupamento de Escolas de Vagos) (750 €)
2.º Prémio - “O Mar, um Orgulho para Mim”, de (EB 2, 3 – Aradas) (500 €)
3.º Prémio - “A Epopeia do Marujo Salvador”, de (Agrupamento de Escolas de Aveiro) (250 €)

Escalão D – Ensino Secundário
1.º Prémio – “O Sabor do Sal”, de (Escola Secundária de Estarreja) (900 €)
2.º Prémio - “Está sem título”, de (Escola Secundária de Vagos) (600 €)
3.º Prémio - “Lágrimas de Mar”, de (Escola Secundária Dr. João Carlos Celestino Gomes) (300 €).

Para além dos prémios indicados, as turmas vencedoras (1.º prémio) foram contempladas com uma visita, à escolha, ao Oceanário, Pavilhão do Conhecimento, Planetário, Jardim Zoológico, Museu das Comunicações ou Centros Ciência Viva.


Fonte: Porto de Aveiro: Newsletter n.º173 - 14 Novembro 2008

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Costa Nova

Costa Nova

A composição mostra-nos a Costa Nova do Prado, provavelmente num início de fim de tarde carregado de nuvens, entre a Ria e os Palheiros. No lado esquerdo da composição, marcada pelo casario que se estende ao longo da composição, visualizamos os típicos palheiros da Costa, em tons vivos e quentes. Entre o casario e a margem da Ria várias figuras junto aos seus Palheiros ou de passagem, em cenas quotidianas. Atracadas na margem, visualizamos algumas bateiras e num horizonte mais longínquo, um conjunto de velas de moliceiros que navegam na Ria.

Da autoria de Fausto Sampaio, notável pintor contemporâneo cuja obra infl uenciou muitos pintores que lhe sucederam, encontra-se datada de 1933 e faz parte da colecção de arte do Museu Marítimo de Ílhavo.

Foi adquirida pelo Município de Ílhavo em parceria com a Associação dos Amigos do Museu aquando da comemoração do 7.º Aniversário de Remodelação do Museu Marítimo de Ílhavo, a 21 de Outubro de 2008.


Fonte: CMI: Agenda Viver Em - Novembro

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Resultados do Concurso BLOGMAR

1.º Lugar

"Caminho Azul" - Bruno Martins

2.º Lugar

"Gaivota da Revessa" - Sónia Neves


3.º Lugar

"Barramar.blog" - Carla Ferreira

A entrega dos prémios será efectuada no próximo dia 15 de Novembro, integrada na inauguração da exposição de fotografias “Porto de Encontro” (Casa da Cultura de Aveiro, a partir das 16 horas).

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

A Barra e os Portos da Ria de Aveiro em exposição no Museu de Marinha

Esta segunda-feira, dia 20 de Outubro, pelas 18 horas, na Sala de Exposições Temporárias “Henrique Maufroy de Seixas”, vai proceder-se à inauguração da exposição “A Barra e os Portos da Ria de Aveiro 1808 – 1932, no Arquivo Histórico da Administração do Porto de Aveiro”.

Patente até 4 de Janeiro de 2009, a exposição comissariada por João Carlos Garcia e Inês Amorim (ambos professores da Faculdade de Letras do Porto), cumpre no Museu de Marinha a quarta etapa de um circuito de itinerância pela Península Ibérica. Etapa que resulta de parceria entre o Museu de Marinha, a Administração do Porto de Aveiro e a Câmara Municipal de Aveiro, contando com o Alto Patrocínio da prestigiada empresa CPTP.

Integrada no programa comemorativo do Bicentenário da abertura da Barra de Aveiro (03.04.1808), é composta por documentos do Arquivo Histórico do Porto de Aveiro, empresa que, segundo José Luís Cacho, Presidente do Conselho de Administração, “decidiu libertar o seu património histórico-documental da clausura que o agrilhoava em inútil penumbra, fomentando-se, a partir de agora, o seu usufruto pela comunidade”.

O programa da inauguração abre com palavras de boas vindas proferidas pelo Director do Museu de Marinha, Comandante Rodrigues Pereira. Segue-se intervenção do Presidente do Conselho de Administração do Porto de Aveiro, Eng. José Luís Cacho. Quinze minutos mais tarde, Inês Amorim falará do livro de sua autoria, “PORTO DE AVEIRO: Entre a Terra e o Mar”. O acto inaugural encerra com a apresentação da exposição por parte de João Carlos Garcia, seguida de visita aos quatro núcleos do espólio patente na Sala de Exposições Temporárias “Henrique Maufroy de Seixas”.

A exposição é composta por quatro núcleos: - “I – A RIA DE AVEIRO”; “II – A BARRA DE AVEIRO”; “III – A NAVEGABILIDADE DA RIA DE AVEIRO”; “IV – AS MARINHAS DE SAL DA RIA DE AVEIRO”.

“A documentação do Arquivo do Porto de Aveiro concentra as diferentes valências deste porto flúvio-marítimo” – afirma Inês Amorim, detalhando: “Por um lado, registos como mapas, cartas, projectos, desenhos e respectivas memórias, a escalas diferenciadas, numa quantidade e variedade imensurável, resultam das opções e procedimentos técnicos e interventivos no porto, na cidade e na Ria. Por outro, a documentação de carácter administrativo, que inclui as actas das sucessivas administrações, livros de receitas (fiscais) e de despesas, e os relatórios de actividades, cuja natureza evoluiu à medida que a legislação e os regulamentos o exigiam. Depois, a fotografia, pelo menos desde a década de 30, documenta obras e recursos, sítios de embarque e desembarque de materiais e mercadorias, ou, ainda, imagens aéreas da barra e porto. Finalmente, os objectos atestam técnicas empregues, quer no conhecimento das marés na Ria e na embocadura da barra, quer nas obras portuárias”.

“É este conjunto, diversificado, que compõe o Arquivo da Administração do Porto de Aveiro”, acrescenta a reputada investigadora. “Se, a complementar Biblioteca, contém um acervo de obras impressas relativas a obras portuárias, nacionais e estrangeiras, justificadas pelos interesses das equipas técnicas e de engenharia, acrescentam-se muitas outras, sobre as actividades económicas e ambientais, gerais e locais, geradas e geradoras, das dinâmicas sócio-económicas”.

O livro de Inês Amorim e o catálogo da exposição encontram-se disponíveis para venda nos serviços do Museu de Marinha.

Fonte: Porto de Aveiro: Newsletter n.º169 de 17 Outubro 2008.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

À Pesca do Bacalhau

BACALHAU
View SlideShare presentation or Upload your own. (tags: vida marinheiros)

sábado, 11 de outubro de 2008

Aguarela: Marinheiro

Marinheiro 1851

Fonte: Revista da Armada.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

7.º Aniversário da Ampliação e Remodelação do Museu Marítimo de Ílhavo


19 de Outubro

17h00 – Inauguração da exposição de fotografia “A Maritime Album – 50 fotografias e as suas histórias”, Selecção de John Sarkowski; Textos de Richard Benson (exposição cedida pelo Mariner’s Museum, Virgínia, EUA)

A Maritime Album [ver mais]


18h00 – Conferência “Camões entre a Europa e as rotas oceânicas”, pela Prof. Doutora Rita Marnoto (Universidade de Coimbra) – org: Confraria Camoniana Associação de Ílhavo;

21 de Outubro

Dia aberto

Visitas guiadas

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Porto de Aveiro: Centro Ibérico de Excelência Marítima em Aveiro

Aveiro vai ter um Centro Ibérico de Excelência Marítima. A decisão saiu de reunião havida no passado dia 2 de Outubro, encontro que juntou à mesa vários parceiros de peso: Administração do Porto de Aveiro (APA), Agência Portuguesa do Transporte Marítimo de Curta de Distância, (APTMCD), Agência Espanhola do Transporte Marítimo de Curta de Distância, Escola Europeia de Short Sea Shipping, ISCIA (Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração) e IME - Instituto Marítimo Espanhol.

A promoção do Short Sea Shipping e de cursos superiores relacionados com a Gestão Portuária, Direito Marítimo, entre outros; a divulgação da intermodalidade (rodovia/marítimo/ferrovia) como solução logisitca global; a criação de Cursos Superiores de estudos do Mar e a realização de Conferências/Workshops/Seminários cujas temáticas estejam relacionadas com o Mar, são alguns dos objectivos que subjazem à criação desta estrutura.

Sinais do dinamismo que as entidades fundadoras do Centro Ibérico de Excelência Marítima pretendem imprimir ao projecto podem encontrar-se na efectivação, a curto prazo, das seguintes iniciativas: - Encontro de Transportistas e Transitários Ibéricos - 5 de Dezembro em Aveiro; Atribuição de bolsas a estudantes para a participação no Curso ministrado pela Escola Europeia de Short Sea Shipping; Realização da 2º Edição da Pós-Graduação em Gestão Portuária (ISCIA).

Até ao final do mês de Novembro será assinado o protocolo oficial tendente à criação do novo Centro. Entretanto, avançará um concurso de ideias para a criação do logótipo.

Fonte: Newsletter do Porto de Aveiro - Edição nº 168 - 07 Outubro 2008