200 anos da Barra de Aveiro

Loading...

sexta-feira, 28 de março de 2008

Parques eólicos na Ria


O estuário do Tejo, a Ria de Aveiro e a península de Tróia podem vir a acolher parques eólicos. As turbinas assentam no fundo do mar, em águas pouco profundas, e produzem energia para consumo local. Daqui a seis anos a capacidade eólica em território continental português esgota-se e o passo seguinte é a construção de parques eólicos no mar, onde o potencial é ilimitado.

Em 2007 foram investidos €19 mil milhões na energia eólica a nível mundial. Portugal é o décimo país em todo o mundo a investir neste tipo de energia. Ao mesmo tempo, a integração de eólicas em edifícios urbanos começa a ganhar adeptos a nível mundial. O objectivo é torná-los, tanto quanto possível, auto-suficientes em termos energéticos.
Fonte: Expresso

Sem comentários: